Header image  
Seu site verde na internet!  
line decor
  HOME  ::  : HORTA CASEIRA: :PLANTAS MEDICINAIS: :JARDIM: :POMAR DOMÉSTICO: :MAIS SAÚDE!: :CONTATO:
line decor
   

 
HORTA CASEIRA         SEMEADURA           



A semeadura
pode ser feita diretamente no canteiro, desde que as mudas fiquem protegidas
do sol. Basta distribuir as sementes em sulcos, de maneira uniforme, observando
a distância estipulada para cada planta, cobríndo-as depois com terra
peneirada.

Na linguagem popular, e até utilizadas por alguns técnicos, as hortaliças são classificadas como legumes, verduras e condimentos. Denomina-se legume toda hortaliça cuja parte aproveitada como alimento é o fruto, semente, bulbo, raiz ou tubérculo, tais como: tomate, ervilha, cebola, cenoura, batata, etc. Verduras são as hortaliças cujas partes aproveitadas são folhas, flores e hastes, tais como: alface, couve-flor, brócolos, agrião, e etc. Os condimentos compreendem as hortaliças cuja finalidade é melhorar o sabor, o aroma, ou a aparência dos alimentos, como o coentro a cebolinha, a salsa, a pimenta, dentre outros.

jardim


Links Interessantes: EMBRAPA HORTALIÇAS EVENTOS NO MÊS

 

   Em sua casa:
De acordo com suas exigências de plantio, as hortaliças podem ser divididas em dois grupos: as que podem ser plantadas no local definitivo (clique aqui para ver exemplos), e as que exigem transplante.

As primeiras podem ser plantadas diretamente nos canteiros onde serão cultivadas. As outras, em sementeiras, quando deverão ser transplantadas depois da brotação, ao atingirem de 15 a 20 cm de altura. Alguns exemplos:


TIPOS DE SEMEADURA

em superfície
a lanço com
compactação
com enterrio
de sementes

 

A semeadura a LANÇO é usada para sementes muito pequenas. Antes de semear, as sementes devem ser mergulhadas em água durante 12 horas para facilitar a germinação. Espalhe-as sobre a superfície do canteiro, começando com da borda para dentro .

EM SULCOS E COVAS - Devem ser espaçados de acordo com as indicações para cada hortaliça, que lhe propicie um perfeito desenvolvimento. De qualquer forma, em se tratando de sementeiras, os sulcos devem ficar com uma distância de 5 a 10 centímetros um do outro.

SEMENTEIRAS - Essa dica foi publicada na Revista Natureza e aproveita uma caixa de frutas (dessa que compramos em hortomercados - as fotos são de Bruno Semler):

Feche a parte central da caixa com pedras e encha o caixote com terra já preparada com adubo.
Para que a terra fique bem distribuída, passe uma régua nas laterais do caixote. Em seguida amasse-a com uma táboa para que fique firme. Se a semente tiver o formato semelhante ao de um grão, com a ponta de um lápis faça furinhos com a profundidade equivalente ao dobro do diâmetro da semente.
Deixe 5 cm de diâmetro entre os furos. o espaçamento entre as sementes, vai depender das características de cada planta. Coloque apenas uma semente em cada furo.
As sementes mais delicadas devem ser espalhadas em sulcos. Para a cobertura, use uma camada bem fina de terra e em seguida umedeça bem o substrato borrifando água de maneira uniforme.

Enterrar as duas pontas dos arames em toda a extensáo dos sulcos e em seguida cobri-los com plástico transparente. Se acontecer de duas ou mais mudas crescerem juntas, faça um desbaste quando estiverem prontas para o transplante.

   
PROTEGENDO A SEMENTEIRA
Deve-se ter cuidado com a proteção, em geral feita com coberturas. Estruturas de arames cobertas com plástico transparente ou telhas transparentes de fibra podem ser de grande valia.

O mesmo efeito tem a cobertura com telhas transparentes de fibra. Neste caso é só entortar a telha, enterrando as extremidades ou calçando-as com pedras. Em estufa, a planta deve receber o máximo de radiação necessária para a fotossíntese, minimizando a sombra, prevenindo a entrada de insetos e rajadas de vento. As coberturas de polietileno absorvem a radiação infravermelha e impedem a fuga de radiações de onda longa da estufa, reduzindo os gastos de calefação. Através do controle de irrigação, pode-se controlar/medir a fertirrigação, possibilitando irrigar e fertilizar a planta justamente como ela precisa.

FERRAMENTAS E EQUIPAMENTOS

Para as pequenas hortas a enxada e qualquer equipamento que permita regar as plantas são os únicos considerados indispensáveis, instrumentos como: enxadão, par, garfo, cavador reto, mão-de-onça, ancinho, sacho, pazinha de transplante, carro-de-mão, marcadores diversos, pulverizadores e outros improvisados pelo olericultor, são importantes porque facilita os trabalhos e proporcionam o melhor rendimento.

INICIANDO UMA HORTA| ADUBAÇÃO| COMPOSTO RÁPIDO| SEMEADURA| MANEJO| PRAGAS| CUIDADOS COM A TERRA| CALENDÁRIO HORTÍCULA| HORTA & SAÚDE



Educação a Distância
Copyright © 1999-2008 webmaster -